9 Profissões que deixarão de existir no futuro. Veja quais são

PUBLICIDADE

Com a criação de novas tecnologias, algumas tarefas simples que realizamos foram completamente modificadas. No entanto, mal dava para imaginar que algumas profissões seriam tão afetadas por isso! Sendo assim, vamos te mostrar 9 profissões que deixarão de existir no futuro e porque isso vai acontecer!

Profissões que deixarão de existir no futuro
Profissões que deixarão de existir no futuro (Foto/divulgação)

Uma pesquisa da Dell Technologies apontou que 85% das profissões populares em 2030, ainda não foram criadas. Provavelmente isso ocorre porque ainda não temos tecnologia suficiente, ou porque o mercado até lá estará completamente modificado. Neste sentido, não se sabe quais profissões vão surgir, mas sabemos as que podem acabar a qualquer momento.

PUBLICIDADE

Dessa forma, você deve lembrar que o CD substituiu o LP e, por fim, o streaming substitui o CD. Contudo, dá para acreditar que isso também pode ocorrer por profissões? Bem, é o que está acontecendo: isso porque algumas profissões não existirão no futuro por serem ultrapassadas. Confira abaixo!

Quais profissões deixarão de existir no futuro?

Para o novo entrar, às vezes o velho precisa morrer. Assim, com tantas novas profissões sendo criadas, fica nítido que algumas existentes não sumiram quando menos esperarmos. Por isso, confira algumas profissões que deixarão de existir no futuro:

PUBLICIDADE

1 – Digitador

Nos anos 1990, o digitador era um profissional muito requisitado, afinal, nem todos tinham computador em casa. No entanto, como já é possível criar textos, tabelas e laudos pelo celular, suas habilidades não são mais tão aproveitadas. Além disso, os digitadores também serviam como auxiliares de informática, mas isso já não existe mais.

Neste sentido, é muito provável que o digitador deixe de existir. Isso porque já existem diversos serviços automatizados que realizam as mesmas funções desse profissional. Além disso, alguns softwares também efetuam algumas tarefas do digitador, como corrigir erros ortográficos, formatação de documentos, disparo de e-mails, entre muitos outros.

2 – Operador de impressora

Para muitas pessoas, a palavra “impressora” já deixou de existir há muito tempo. Isso porque, atualmente, muitos serviços são completamente online, evitando a emissão física de qualquer documento. Além disso, com a popularidade do PDF, parece que imprimir as coisas virou coisa do passado.

PUBLICIDADE

Por outro lado, algumas pessoas ainda imprimem documentos e textos para estudo e trabalho. Contudo, fica nítido que não é necessário um operador para essa função. Além disso, revistas e jornais impressos estão cada dia mais escassos, tornando essa profissão quase extinta atualmente. 

3 – Agente de viagem

Quando pensamos em fazer uma viagem, logo nos vem à cabeça as agências de viagem. Contudo, já pensou se um dia você chegar lá e não tiver nenhum agente de viagem? Parece loucura, mas isso é uma realidade cada vez mais perto. 

Isso porque atividades que envolvem negociação, mas não resolvem necessariamente problemas, tendem a ser extintas no futuro. Entre as mais populares, temos os agentes de viagem. Por outro lado, existe também a possibilidade de os agentes de viagens serem substituídos por painéis eletrônicos ou totens de informação.

4 – Caixa de supermercado

Essa daqui não é exatamente uma novidade. Isso porque alguns países já possuem supermercados sem caixa, onde os clientes passam suas próprias compras. Embora a função de caixa exija bastante interação humana, não é necessário grandes habilidades para fazer suas tarefas.

Dessa forma, é provável que os caixas de supermercados sejam facilmente substituídos pelas Inteligências Artificiais. Por outro lado, ainda é provável que os mercados tenham pessoas para auxiliar os clientes, sendo uma possível migração de função dos caixas. 

5 – Piloto de avião

Já imaginou andar num avião sem piloto? Bem, isso está mais próximo do que nunca! Na verdade, os aviões modernos já contam com diversas tecnologias para aprimorar a experiência de voo, inclusive para os pilotos. Dessa forma, os pilotos atuam mais como monitores das tecnologias do que como piloto em si.

Por outro lado, aviões completamente autônomos já são bastante discutidos na sociedade, especialmente para cortar custos. Embora pareça uma ideia super ousada, ela é, na verdade, super viável. Isso porque os aviões sem pilotos ficam isentos de falhas humanas comuns, além de eliminar outros problemas cotidianos.

6 – Bibliotecário

Para muitas pessoas, ir a uma biblioteca é o verdadeiro passeio dos sonhos. Isso porque podemos acessar livros e revistas sem restrições, além de sentir aquele velho cheiro de livro guardado. Neste sentido, sempre que pensamos nestes locais, temos em mente aquela velhinha de óculos que guarda todos os livros, a famosa biblioteca.

No entanto, é bem provável que essa profissão seja extinta. Isso porque a internet oferece livros e revistas em diversos formatos, além de contar com blogs, sites e até mesmo vídeos. Por outro lado, a vida corrida impede as pessoas de irem a uma biblioteca, especialmente para devolver e fazer cadastrados. 

Paralelamente, mesmo que os bibliotecários sejam extintos, as bibliotecas devem continuar, seja para os amantes dos livros ou os saudosistas de velhas tecnologias – tipo aquelas pessoas que amam LPs.

7 – Operador de telemarketing

Quem já precisou de atendimento de telemarketing, sabe que pode ser um verdadeiro sofrimento. Na verdade, podemos dizer que o sofrimento maior é do próprio operador, que precisa lidar com tantas informações e pessoas simultaneamente. 

No entanto, mesmo que esse profissional seja atualmente essencial para empresas, é provável que ele seja extinto um dia. Isso porque as inteligências artificiais realizam os procedimentos facilmente, além de serem mais acessíveis, especialmente os chatbots.

Por outro lado, alguns serviços similares já existem – como as URAs – apontando que, mesmo que seja extinto algum dia, o operador de telemarketing ainda existirá por muito tempo, afinal, os serviços eletrônicos da maioria das empresas ainda é insuficiente. 

8 – Anestesista

Já pensou em chegar num hospital, se preparar para uma cirurgia, e ser anestesiado por uma máquina? Bem, essa realidade está batendo à nossa porta! Isso porque os anestesistas, possivelmente, serão substituídos por robôs, devido ao imenso avanço da robótica.

Esse cenário já é encontrado em hospitais de todo o mundo, onde os robôs realizam procedimentos simples de anestesia. Além de serem mais rápidos, eles também promovem maior custo-benefício para as instituições. 

9 – Vigilante

Aqui temos uma incógnita: a tecnologia conseguirá substituir o vigilante? Bem, é o que muitos pensam! Profissional responsável por vigiar e cuidar da segurança das instituições, o vigilante sempre foi essencial para manter a integridade de muitos lugares.

No entanto, novos sistemas de alta tecnologia preveem que eles serão extintos, pois câmaras ultramodernas estarão em seu lugar. Será mesmo que isso vai dar certo?

Leia mais: Jovem Aprendiz Santander

PUBLICIDADE

Pesquise Aqui...