Vagas Jovem Aprendiz no CIEE – Vagas em todo Brasil

PUBLICIDADE

Sendo o maior programa de incentivo ao primeiro emprego do Brasil, o Jovem Aprendiz proporciona inclusão social a milhares de jovens desde a sua criação. Atualmente, o programa possui convênio com o CIEE, uma famosa plataforma de empregos, que oferece vagas para estudantes universitários. Neste sentido, vamos te mostrar como encontrar vagas do Jovem Aprendiz no CIEE!

Jovem Aprendiz Itaú

Jovem Aprendiz Itaú

Conheça as oportunidades abertas em um dos maiores bancos privados do país. Vagas abertas para Jovem Aprendiz Itaú

Embora alguns estudos apontem que o Jovem Aprendiz perdeu espaço no mercado nos últimos anos, desde a sua promulgação, em 2005, o programa já ofereceu milhões de vagas de emprego para jovens de baixa renda. Neste sentido, ela visa oferecer oportunidades de trabalho para jovens, para garantir a inclusão social, normalmente negligenciada pelo sistema comum de ensino.

PUBLICIDADE

Além disso, por ser um programa nacional, existem diversas maneiras de ingressar no Jovem Aprendiz. Assim, é possível se cadastrar nos sites das empresas contratantes, assim como no Trabalha Brasil, por exemplo. No entanto, a forma mais comum de ingressos no programa é pelo CIEE, uma plataforma destinada a oferecer vagas de emprego para jovens brasileiros. Confira mais abaixo!

Saiba mais sobre o Jovem Aprendiz

Sendo criado através da Lei da Aprendizagem, em 2000, o programa Jovem Aprendiz se tornou a maior iniciativa federal para estimular a busca pelo primeiro emprego. Através do programa, empresas de média e grande porte oferecem vagas de emprego para jovens entre 14 e 24 anos, possibilitando conhecimento técnico e teórico a jovens que, normalmente, não contam com tais possibilidades no sistema comum de ensino. 

PUBLICIDADE

Neste sentido, o aprendiz deverá trabalhar e estudar simultaneamente, recebendo uma remuneração variável por seus esforços. Por outro lado, vale citar que a Lei da Aprendizagem determina que as empresas contratantes possuem entre 5% a 15% de seu quadro de funcionários composto por aprendizes. Assim, além dos benefícios fiscais, ela também contará com diversos novos talentos trabalhando em seus estabelecimentos.

Como funciona o Jovem Aprendiz?

Também conhecido como Aprendiz Legal, o Programa Jovem Aprendiz é uma iniciativa da Lei 10.097/2000, conhecida como Lei da Aprendizagem. Na prática, ela determina que as empresas ofereçam um contrato de trabalho a jovens entre 14 e 24 anos, que podem durar até 2 anos.

Além disso, as empresas contrastantes também devem assegurar que os seus funcionários recebam cursos profissionalizantes e outras oficinas, para complementação do seu aprendizado teórico e prático. Neste sentido, pode-se dizer que a maior missão da empresa ingressa no Jovem Aprendiz é proporcionar um ambiente de aprendizado integrado aos seus aprendizes.

PUBLICIDADE

Em relação à jornada de trabalho, a carga horária varia de 4 a 6 horas diárias trabalhas, para não atrapalhar o andamento das atividades escolares ou outros cursos que o aprendiz realiza. No entanto, em casos específicos, é permitido que o aprendiz trabalhe até 8h diárias, sendo que o tempo excedente seja usado em um banco de horas da empresa. 

Além disso, para ser menor aprendiz, é necessário que o jovem esteja matriculado e frequentando normalmente a escola, caso não seja formado. Em caso de já ter concluído o ensino médio, é necessário apresentar o Certificado de Conclusão do Ensino Médio para prosseguir com as atividades na empresa.

Em suma, a missão do programa é oferecer e beneficiar jovens com o primeiro emprego, especialmente os de baixa renda. Por outro lado, vale citar que Pessoas com Deficiência (PCD), não contam com limite máximo para participar do Jovem Aprendiz.

Quais os critérios para ser um Jovem Aprendiz?

Para participar do jovem aprendiz, é necessário ter entre 14 a 24 anos, além de estar matriculado e frequentemente regularmente na escola. Em caso de jovem que concluiu o ensino médio, é necessário possuir o certificado de conclusão. Além disso, o Jovem Aprendiz também deve estar matriculado em um curso técnico, que pode variar de região para região.

Existe diferença entre Menor Aprendiz e Jovem Aprendiz?

Uma dúvida comum sobre o programa é a confusão com o termo ‘Menor Aprendiz’. Na prática, ambos se referem a mesma coisa, no entanto, o que ocorre é que, no passado, o programa era popularmente chamado de Menor Aprendiz. Sendo assim, ambos se referem à Lei da Aprendizagem, ou seja, não possuem diferença. 

Qual a carga horária de um Jovem Aprendiz?

A lei determina que a carga horária do Jovem Aprendiz seja de 4 a 6 horas trabalhadas diariamente. No entanto, caso o aprendiz tenha concluído o ensino fundamental, é possível trabalhar até 8 horas diárias, desde que esse tempo extra seja computado as horas de aprendizagem técnica.

Também é necessário pontuar que o Jovem Aprendiz é impedido por lei de fazer hora extra, assim como de trabalhar no horário noturno, entre 22h e 5h.

Benefícios do Jovem Aprendiz para as empresas

As empresas que optam pelo Jovem Aprendiz, ganham diversos incentivos fiscais, especialmente por pagar menos encargos trabalhistas. Além disso, ele pagará somente 2% de FGTS ao aprendiz – diferente dos 8% para funcionários CLT – além de não contar com multa de 40% em caso de demissão sem justa causa.

Como fazer a inscrição do Jovem Aprendiz 2023?

Para quem está buscando o primeiro emprego, nada melhor do que se inscrever no Jovem Aprendiz 2023! Assim, vale ressaltar que o programa não conta com um calendário de inscrições, ou seja, tudo dependerá das vagas abertas pelas empresas contratantes.

Além disso, nessa modalidade de contratação, o contrato vária entre 18 a 24 meses. No caso de efetivação do aprendiz, ele perderá essa condição e terá direito aos benefícios oferecidos pela CLT.

Atualmente, o jeito mais comum de realizar a inscrição para o Jovem Aprendiz, independente da região, é pelo CIEE. A plataforma ficou famosa por oferecer vagas de estágio e trabalho para estudantes universitários. Confira abaixo como fazer sua inscrição:

  • Para começar, acesse o site do CIEE;
  • Em seguida, escolha a região onde você reside;
  • Depois, clique na opção “Entrar no sistema” para fazer o login. Caso não tenha cadastro, você poderá realizá-lo facilmente;
  • Logo após, acesse a aba do Jovem Aprendiz e confira as vagas disponíveis;
  • Por fim, basta anexar o seu currículo e aguardar o contato da empresa contratante.

Finalmente, basta agora aguardar o contato para participar do processo seletivo do Jovem Aprendiz. Aliás, vale mencionar que para ter maior sucesso de aprovação, é indicado elaborar um bom currículo, mesmo que você não tenha experiência profissional. Para isso, inclua todos os cursos e habilidades práticas que você possui.

Leia mais: Jovem Aprendiz RJ – Vagas em Aberto o ano todo

PUBLICIDADE

Pesquise Aqui...